;

Especiais

Mato Grosso| Segurança Pública de Mato Grosso prende 142 criminosos em ações integradas

Com informações do SESP-MT
Centro e quarenta e duas pessoas foram presas em flagrante nas operações integradas Fronteira e na 9ª edição da Bairro Seguro, sendo esta última encerrada nesta quarta-feira (20.09). Desse total, 61 foram presas apenas na operação “Fronteira”, que ainda continua na região oeste do Estado, e 81 na "Bairro Seguro".
Nas duas ações foram cumpridos 191 mandados, sendo 70 de busca e apreensões e 121 de prisões, internação cautelar e prisão temporária. A operação Fronteira teve início no dia 08 de setembro, em 22 municípios da fronteira do Brasil com a Bolívia, e continua na região.
Além disso, 14.096 pessoas e 8.303 veículos foram abordados. Com as atividades integradas, foram apreendidos 170 veículos e 31 armas de fogo. As operações envolveram 2.713 profissionais das forças de segurança, entre Policia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Politec e Detran.
Já o Corpo de Bombeiros Militar realizou durante a operação Bairro Seguro 66 fiscalizações em estabelecimentos comerciais e 11 na operação Fronteira.  Os profissionais da Segurança Pública ainda apreenderam 31 armas de fogo e aproximadamente 105 quilos de drogas, sendo 13,988 só na operação Bairro Seguro.
Operação Bairro Seguro
O objetivo da operação “Bairro Seguro” é a redução da criminalidade em todos os 141 municípios de Mato Grosso. O secretário de Segurança Pública pontua que os três eixos que sustentam a segurança pública são: investimento, metodologia de trabalho e comprometimento.
“Os eixos estão apresentando bons resultados. Até agosto deste ano predemos mais de 15 mil criminosos, sendo que o ano passado, em 12 meses, nós prendemos 13 mil. Isso é porque os nossos profissionais estão se dedicando, se desdobrando para que a nossa metodologia de trabalho funcione e para que os investimentos sejam utilizados da melhor forma possível”, disse Rogers durante o lançamento da 9ª “Bairro Seguro realizado terça-feira, em Cuiabá.
O secretário ainda destacou que apesar da dificuldade econômica a qual o país enfrenta a “Bairro Seguro” tem sido realizada para garantir ainda mais a segurança da população. “Estamos lutando com todas as nossas forças [de segurança pública] em prol das pessoas de bem, da sociedade de Mato Grosso”, ressaltou Rogers.