"SUPLETIVO 2014 "

A partir do dia 31 de maio estará aberto o período de agendamento das provas do Exame Supletivo Online.

DE OLHO NOS DETALHES,VAGAS DE EMPREGO

Vagas disponível no SINE de Alto Taquari.

DISQUE 100

Não seja cúmplice desse crime, sexo com crianças e adolescente é crime.

CADASTRO POSITIVO

Empresa disponibiliza gratuitamente consultas nos órgãos de proteção ao crédito SPC.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Agencias Bancarias de Alto Taquari irão atender no horário de Brasília



A 39ª edição do horário de verão terá duração de 126 dias e terminará no dia 22 de fevereiro. À 0h (meia-noite) de sábado para domingo, os moradores de dez estados, além do Distrito Federal, adiantaram os relógios em uma hora. Apesar de Alto Taquari permanecer com os relógios atrasados em uma hora, os bancos da cidade irão atender no horário de Brasília, conforme comunicados anexados nas portas das agências.


Mesmo com o Estado todo aderindo ao horário de verão Alto Taquari escolheu permanecer com os ponteiros atrasados em uma hora, ou seja, desde que iniciou o horário de verão, no dia 19, o município passou a usar o horário de Mato Grosso. 


Segundo os comunicados das agências, as mesmas funcionarão da seguinte maneira, das 09h ás 14h horário de Mato Grosso.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Nova Unidade de Saúde em Alto Taquari deve ficar pronta em dezembro

 
O Ministério da Saúde através do Programa Requalifica contemplou o município de Alto Taquari com mais uma Unidade de Saúde Familiar III (USF), que está sendo construída no bairro Coachol, onde atenderá cerca de três mil pessoas.

A unidade atenderá a população taquariense em especial as famílias que moram nas fazendas em torno de Alto Taquari. Hoje o município conta com duas USF, para atender os 8.072 habitantes, as unidades estão instaladas no centro da cidade e outra no bairro 13 pontos.

Além das consultas médicas, as Unidades de Saúde Familiar oferecem atendimento odontológico, coleta de preventivos, vacinas, distribuição de remédios entre outras ações, tudo gratuitamente.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que para a construção da obra foram gastos R$ 450 mil, sendo R$ 50 mil de contrapartida do município e está previsto para ser entregue no fim deste ano.

Para os moradores do bairro a construção deste novo USF ajudará e muito no processo de consultas e com novos profissionais o atendimento será mais ágil.  “Além de facilitar o acesso, acredito que ajudará em muito na questão de atendimento e consultas, uma vez que hoje as unidades existentes às vezes não sobram vaga para atendimento, mas com essa nova unidade tudo vai melhorar”, disse o técnico em enfermagem e morador do bairro Coachol Robson Esmerino da Silva.

Já para a comerciante Dinete Maria esta nova unidade fará toda diferença na cidade, uma vez que a cidade está crescendo e juntamente sua população o que acarreta nesta necessidade de uma nova escolha para se tratar a saúde.




quinta-feira, 16 de outubro de 2014

3° Gincana Social JSL premiará as equipes vencedoras com R$20 mil reais

 
A unidade Júlio Simões Logística(JSL) de Alto Taquari está participando da 3° Gincana Social JSL que premiará com R$20.000,00 (vinte mil reais) as quatro melhores equipes que se destacarem na realização de cada etapa da gincana. E os prêmios terão que ser doados às instituições nomeadas pelas unidades vencedoras.   


A ação social é voltada e exclusiva para colaboradores da empresa e o objetivo é fomentar a cultura de voluntariado na empresa, contribuindo para a integração entre colaboradores, empresa e comunidade.


A gincana é dívida em duas etapas, onde a primeira que teve início no dia 03 e vai até o dia 27 de outubro cujo o objetivo é a arrecadação e doação de livros e brinquedos. Já na segunda etapa que terá início no dia 03 a 24 de novembro tem como finalidade a arrecadação e doação de alimentos, todas as arrecadações serão doadas ás organizações sociais do município. 


E para ajudar na pontuação a cada membro da equipe que estiver envolvido voluntariamente em algum projeto social, a equipe ganhará 100 pontos a serem contabilizado no final da gincana. 


Segundo informações os prêmios e as arrecadações durante a gincana serão doados a uma instituição da comunidade, a ser definida no final de cada etapa.  


No final vencerá a equipe que tiver a maior pontuação, lembrando que cada doação deverá ser comprovada através do envio dos comprovantes aos organizadores para contabilizar e validar os pontos. 


A população de Alto Taquari também pode colaborar com esta causa fazendo suas doações junto a empresa através do telefone (66) 99012976, sempre lembrando que se a unidade de Alto Taquari se destacar e ganhar algum prêmio a cidade ganha junto. 


Prêmios 


Todo o valor será destinado a instituição escolhida pelas equipes campeãs, no entanto, antes da entrega dos prêmios às instituições escolhidas passarão por uma avaliação do Instituto Júlio Simões. 


1° Lugar – R$ 10 (dez mil reais)

2° Lugar – R$ 5 (cinco mil reais)

3° Lugar – R$ 2,5 (dois mil e quinhentos reais)

4° Lugar – R$ 2,5 (dois mil e quinhentos reais)


quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Quadrilha é presa em cidade vizinha após cometer crime em Alto Taquari

Os suspeitos de invadirem a casa da dona de casa
A Polícia Militar de Alto Taquari com apoio da Polícia Militar de Alto Araguaia conseguiram capturar os suspeitos de participarem do assalto que ocorreu na manhã desta quarta-feira(15) em Alto Taquari (leia aqui)

Os suspeitos foram identificados como Gebson Bezerra da Silva, 28 anos, que inclusive já tem passagem por homicídio, Adriano Cordeiro de Oliveira, 26 anos, Leonidas da Silva Martins (de Alto Taquari), 42 anos e as mulheres são Luzia Cardoso do Amor Eterno, 24 anos, e Camila Rodrigues, 19 anos.

 Segundo informações da Polícia Militar de Alto Taquari, estavam envolvidos no crime três homens e duas mulheres, sendo que no momento do assalto apenas dois homens participaram enquanto as mulheres esperaram em um carro para dar suporte na fuga.

Ainda segundo as informações um 3º homem envolvido que é  morador de Alto Taquari foi preso em sua residência após a polícia localizar a moto usada no crime escondida dentro da casa.
Não sabendo para qual sentido os suspeitos haviam fugido a Polícia Militar de Alto Araguaia foi acionada, onde fizeram uma barreira na entrada da cidade e conseguiram prender os outros acusados que irão responder por formação de quadrilha e roubo.

Suspeito que é morador de Alto Taquari  


VISA ameaça interditar cerca de 30 comércios irregulares em Alto Taquari

 
A Secretaria Municipal de Saúde através da Vigilância Sanitária (VISA) de Alto Taquari interditará os estabelecimentos que não estiverem com a documentação em dia com órgão sanitário municipal. Em torno de 30 estabelecimentos podem ter as portas fechadas devido as irregularidades.
 
Segundo a coordenadora da Vigilância Sanitária, Ivonete de Lima, a medida será tomada devido a inadimplência de alguns comerciantes quanto a apresentação de alguns documentos junto ao órgão. Ainda segundo ela, “esta ação visa regularizar os comércios que indiretamente estão envolvidos com a saúde pública individual ou coletiva no município como mercados, salão de beleza, lanchonetes entre outros.”

A coordenadora explica que os fiscais realizaram as vistorias em todos os estabelecimentos da cidade, os locais que apresentaram os documentos exigidos pela Secretaria de Vigilância Sanitária como alvará de funcionamento, CNPJ, porte da empresa entre outros, receberam uma declaração que comprova que o comércio está em dia com suas documentações e apto a funcionar.

Já aqueles que estão devendo documentos receberam apenas uma declaração com validade de 30 dias e após este período se o mesmo não apresentar os documentos exigidos terão suas portas fechadas.

Para realizar a interdição os fiscais estão fazendo uso das Lei Estadual: n°7.1110/99 que dispõe sobre a promoção, proteção e preservação da saúde individual ou coletiva no Estado de Mato Grosso e da Lei Federal n°6.437/77 que configura infrações à legislação sanitária federal.

Os comerciantes que tiverem alguma dúvida sobre suas documentações poderão entrar em contato através do telefone (66) 3496 1796 ou do e-mail (visa.altotaquari@gmail.com).




terça-feira, 14 de outubro de 2014

Pela 1ª vez Alto Taquari ficará fora da rota da carreta do Hospital do Câncer

 
Alto Taquari contribui anualmente com a Fundação Pio XII – Hospital de Câncer de Barretos através de doações arrecadada no Leilão Direito de Viver, evento este organizado pela Comissão de Eventos Beneficentes criada em prol do Hospital do Câncer, apesar dos eventos beneficentes pela primeira vez Alto Taquari estará fora do calendário de visita da “carreta do câncer”.
 
Segundo o coordenador da comissão de eventos no município, Antônio Donizete Garcia, a carreta não visitará Alto Taquari este ano pelo fato de ter apenas uma para atender 409 municípios, “a demanda de municípios que estão colaborando com o hospital cresceu de 209 para 409 e há somente uma carreta e uma equipe para atender todos os municípios, ficando assim um agendamento para Alto Taquari no próximo ano” disse.

Para Garcia a preocupação da sociedade quanto a vinda da carreta ao município é plausível, pois o cidadão taquariense participa diretamente dos eventos voltados a arrecadação de valores para o hospital. “Estes nove anos foram realizados mais de 2 mil atendimentos através da carreta e por isso contratamos um técnico de enfermagem e o encaminhamos para Barretos, onde realizou um curso de capacitação estando apto para realizar o pré-atendimento no município através da triagem” concluiu.

Os integrantes da comissão de eventos são os únicos credenciados e autorizados a realizarem o Leilão Direito de Viver no municio, evento este beneficente em prol do Hospital do Câncer. Para evitar fraudes quanto as doações que somente os credenciados junto a instituição estão aptos a cederem entrevista ou realizar eventos utilizando o nome da instituição.

A CARRETA

Na carreta é realizado apenas três especialidades de exames; pele, útero e próstata, “se detectada alguma alteração o paciente é convidado ir ao Hospital em Barretos para realizar exames mais detalhados”, concluiu o técnico de enfermagem responsável no município Robson Esmerino.

SOLUÇÃO

Uma equipe formada por quatro profissionais é responsável pelo atendimento de 409 municípios, e para isso a equipe conta apenas 204 dias úteis. Com o aumento dos municípios que estão contribuindo com o Hospital e para atender a esta demanda, que está sendo confeccionada mais uma carreta para normalizar as visitas e atendimentos pelo Brasil, no entanto, não se sabe a data certa que esta carreta estará pronta.

LEILÃO

Realizado desde o ano de 2005, o leilão tem como objetivo único e exclusivo angariar fundos a serem doados para a Fundação Pio XII- Hospital de Câncer de Barretos que é referência mundial no tratamento do câncer.

“Nestes nove anos de trabalho solidário conseguimos através dos leilões realizados em Alto Taquari enviar para o hospital mais R$700 mil reais e mais carro zero km” disse o coordenador.

A população sabendo da necessidade de doação para que a carreta possa visitar os municípios pelo Brasil participam do evento seja através do leilão ou comprando o bingo que é realizando durante o Leilão Direito de Viver.

“A carreta nos encoraja a realizar o exame, uma vez que além de ter a maior segurança, os profissionais são de fora. Descobri que estava com câncer de mama através do autoexame, no entanto, hoje nós como dezenas de pessoas tratamos lá em Barretos e participar dos eventos é nosso dever para colaborar com essa causa”, relata a dona de casa Adriana Martins, 44 anos, diagnosticada com câncer a quatro anos.

Visita a Alto Taquari

Segundo Antônio Donizete, no final de outubro que o Hospital disponibilizará uma nova agenda para 2015 e provavelmente Alto Taquari estará nela.

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Com aprovação de projeto, consumidor pode ter produto gratuito se o preço no caixa for diferente

 
A Câmara analisa o Projeto de Lei 7391/14, do deputado Severino Ninho (PSB-PE), que garante a gratuidade do produto com diferença entre o preço da gôndola ou prateleira e o do caixa. Pela proposta, somente o primeiro produto adquirido será gratuito.

Para os demais produtos idênticos, o consumidor pagará o menor valor, de acordo com a Lei 10.962/04, que trata sobre preços e ofertas em produtos e serviços.

A Defensoria Pública do Rio assinou compromisso com a Associação de Supermercados do estado para garantir a gratuidade, como o projeto prevê. “Não é justo que o consumidor desatento e desavisado continue a pagar por esse erro abusivo, que invariavelmente traz-lhe prejuízos em sua fatura ao final das compras”, disse.

Multa

O estabelecimento reincidente na prática de preços diferentes deverá pagar multa de R$ 1.000 por cada produto com erro. Pelo texto, os Procons deverão publicar anualmente relação com os nomes dos estabelecimentos onde houve preços diferentes para o mesmo produto.

Segundo Ninho, o consumidor brasileiro vem sendo frequentemente lesado nas compras em supermercados, farmácias e grandes lojas de departamentos por causa dessa prática.

Tramitação

A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; de Defesa do Consumidor; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: AgoraMT