;

Especiais

Brasil| Erro de português faz polícia apreender 3,9 toneladas de maconha

Uma simples letra errada numa nota fiscal fria fez com que policiais desconfiassem da carga transportada pelo caminhão e, ao abri-lo, encontraram cerca de quatro toneladas de maconha.
A apreensão da droga foi feita no km 521 da rodovia BR-116, a Régis Bittencourt, em Cajati (SP), no Vale do Ribeira, após a PRF (Polícia Rodoviária Federal) parar um caminhão num posto de fiscalização.
O veículo, que tem placas de Guarapuava (PR) e ia para Vila Velha (ES), já era monitorado pela Receita Federal e transportava um contêiner refrigerado quando foi parado, nesta terça-feira (21).
A documentação do caminhão estava regularizada, mas os policiais desconfiaram ao lerem a descrição da carga: em vez de "dorso" de frango congelado, na nota constava "dorço".
Ao detectar o erro, os policiais decidiram fazer uma vistoria no contêiner transportado e encontraram, em meio à carga de dorso, 3,92 toneladas de maconha escondidas.
O motorista, de 31 anos -que não teve o nome divulgado-, foi preso em flagrante por tráfico e, segundo a PRF, disse que carregou o caminhão em Cascavel (PR) e que pediu para um amigo fazer a carga de entorpecentes.
O duplo frete renderia ao caminhoneiro R$ 21 mil, sendo R$ 15 mil da carga de maconha. O veículo e as cargas foram apreendidos.
Levantamento da PRF aponta que, só no Vale do Ribeira já foram apreendidas 16,6 toneladas de maconha neste ano, o que representa R$ 66,7 milhões. A Polícia Civil vai investigar o caso. Com informações da Folhapress.