;

Especiais

Região| Pai é preso suspeito de abusar do filho de 1 ano, seis meses depois de deixar a prisão em MT


Com informações do G1

Givanildo Ferreira, de 30 anos, que faz uso de tornozeleira eletrônica foi preso, nesta terça-feira (20), seis meses após deixar a prisão, suspeito de ter abusado sexualmente do filho de 1 ano e 4 meses, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. A mulher dele, mãe da criança, foi detida.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a avó levou o neto para ser atendido em uma Unidade de Pronto Atendimento (Upa), depois de perceber que o menino estava febril, com dificuldades para andar e que uma secreção de odor forte estava saindo pelo anus dele.

Ao atender a criança os médicos suspeitaram de abuso e chamaram os conselheiros tutelas e a polícia.

A avó relatou aos conselheiros que o menino mora com ela e que ficou doente depois de ter passado o final de semana com os pais a pedido deles.

Ainda segundo a avó, as crianças teriam saída da casa dela, na zona rural de Rondonópolis, na manhã de sexta-feira (16) e retornado na tarde de domingo.

Ela disse que, como mora na zona rural e não possui meio de transporte, só conseguiu ir até a Upa nesta terça-feira, depois que um vizinho se propôs a levá-los.

No momento em que a avó conversava com os médicos e os conselheiros, o neto de 6 anos, irmão do que estava sendo atendido contou que viu o pai levando o irmão menor para o banheiro e que quando saíram, o banheiro estava sujo de sangue.

Ele relatou ainda que teria apanhado do pai por tê-lo visto levar o irmão para o banheiro e ouvido os gritos do menor.

Diante dos relatos, a polícia foi até a casa dos pais das crianças e os conduziram para a delegacia.

A polícia não informou por qual crime o pai da criança esteve preso antes.