;

Especiais

Brasil| Cai o número de jovens interessados em fazer carteira de motorista

Com informações do Notícias ao Minuto
As prioridades dos jovens mudaram desde 2015. É o que revela a reportagem da Folha de S. Paulo sobre o interesse dos jovens em fazer a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O volume total de emissões passava dos 3 milhões em 2014 e recuou para 2,1 milhões no ano passado. O levantamento foi relizado pela empresa de pesquisa Ipsos a partir de dados fornecidos pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).
De acordo com o diretor de pesquisa automotiva da Ipsos, Fernando Deotti, “muita gente pensa no custo-benefício de ter um carro e, por tabela, de tirar a carteira de motorista”.
A pesquisa aponta que houve queda de 20,6% na quantidade anual de carteiras emitidas de 2014 para 2017 para jovens entre 18 e 21 anos. Nordeste e Sudeste foram as regiões em que o declínio se mostrou mais contundente.
A Junior Mackenzie Consultoria também fez uma pesquisa que indica que 55,4% dos jovens brasileiros entre 18 e 22 anos não tiraram a CNH. O estudo foi realizado em novembro e dezembro de 2017 com 1.537 estudantes, em nove regiões metropolitanas do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Goiânia e Brasília.
O custo é a principal justificativa para os que não tiraram a CHN, com 58%.
Além disso, cerca cerca de 9% dos entrevistados no estudo das capitais assumiram a falta de interesse em dirigir.