;

Especiais

Entretenimento| Cabeleireiro é eleito Miss Mato Grosso Gay 2018: 'Realizado'

Da  Redação com G1

O cabeleireiro Marcos Vinícius Cardoso, de 22 anos, que representa Pontes e Lacerda, a 4283 km de Cuiabá, conquistou o título de Miss Mato Grosso Gay 2018, realizado em Cuiabá. O jovem transformista interpreta Ágatha Brandett. Ele irá representar Mato Grosso no Miss Brasil Gay, marcado para agosto de 2018 em Juiz de Fora (MG).

Em segundo lugar, ficou Lily Wez, do Distrito do Coxipó, na capital, e, em terceiro, Muryel Lorwes, de Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá.

Marcos tem 1,75 m de altura e pesa 55 kg e interpreta Ágatha Brandett há seis anos. Ele conta que sempre teve o sonho de trabalhar como transformista e que o concurso foi um meio de aprendizado. "Eu me sinto realizado, aprendi muita coisa com as garotas do concurso", afirmou.

Casado há dois anos, Marcos contou que o marido o acompanhou durante todo o concurso está contente com a vitória e que se sente orgulhoso. “Ele me apoiou durante o concurso todo. Na premiação, ele foi me assistir e ficou orgulhoso”, disse o cabeleleiro.

Ele explicou que o apoio da família também foi fundamental para se concentrar no concurso e que estão torcendo para o concurso Miss Brasil Gay.

O jovem de 22 anos se diz feliz por representar o estado no concurso nacional, mas que o principal objetivo é representar a comunidade LGBT, além de levar um pouco da cultura do estado. "Eu quero mostrar a cara de Mato Grosso para as pessoas, mas também quero lutar pela causa LGBT", contou.


Marcos recebeu um prêmio em dinheiro, tratamento estético e dentário, viagem paga para o Miss Brasil Gay, além da faixa e da coroa.