;

Especiais

Bastidores| Eleição da Mesa Diretora da Câmara de Alto Taquari vira caso de polícia

Com informações do Agora MT
O prefeito de Alto Taquari (MT), Fabio Garbugio (PTB) registrou um Boletim de Ocorrência na manhã desta quinta-feira (13) contra o procurador da Câmara Municipal do Município, Mauro André da Silva.
Em entrevista ao site AGORA MT, o prefeito afirmou que foi ameaçado de morte pelo procurador por conta de uma disputa para eleição da Mesa Diretora da Câmara. O prefeito afirmou ainda que Mauro não aceita ter perdido a eleição passada e por isso está o ameaçando.
Garbugio afirmou que retornou a uma ligação de Mauro e nesse momento foi ameaçado. “Fiquei muito preocupado e assustado com a ameaça de morte que ele me fez. Trouxe isso a público para me resguardar e mostrar à população que ele não é bonzinho como se mostra. Ele me xingou de vagabundo e tranqueira e disse que tinha que fazer um acerto de contas comigo” contou o prefeito.
O procurador do município negou que tenha ameaçado o prefeito. Ele contou que fez realmente uma ligação para Garbugio, mas apenas para pedir que ele parasse de falar e usar seu nome “ Ele pensa que estou arquitetando uma eleição de oposição a Mesa e está falando isso pela cidade. Liguei e pedi para que ele parasse de usar meu nome, não houve ameaça nenhuma. A população me conhece, trabalho há mais de 20 anos na Câmara Municipal e nunca tive problemas, agora vamos resolver isso juridicamente” rebateu.

A chapa 

Até o momento de acordo com a página oficial da Câmara no Facebook o único protocolo até o momento é da chapa composta pelos vereadores Leandro Alves Almeida (Presidente), Elgimar Rodrigues de Souza (Vice-Presidente), Márcia Antonia Buscariol (1ª Secretária) e Ivan Marion de Borba (2º Secretário). E apoiando o vereador Barriga.