;

Especiais

Mato Grosso| Marido agride e ameaça matar mulher que escreveu nome de candidato a presidente na mão


Com informações do G1
Uma jovem de 19 anos foi agredida e ameaçada de morte pelo marido, em Sorriso, a 428 km de Cuiabá, após pegar uma caneta e escrever na mão o nome do candidato à Presidência da República, Fernando Haddad, e de sua vice, Manuela D'ávila.

Laila Mirela Chagas do Carmo contou ao G1 que na segunda-feira (22) estava preparando o almoço quando escreveu os nomes “Haddad e Manuela” na mão.

Leandro Araújo de Souza, de 19 anos, mandou ela apagar o que havia escrito. Após a mulher se negar a apagar, Leandro teria pego a caneta e rabiscado com força a mão dela. Depois disso, segundo contou Laila, ele torceu a mão dela com a intenção de quebrar.

Ele ainda teria quebrado o celular da vítima, jogando no chão, para que ela não chamasse a polícia. Leandro teria dito à mulher que se ela acionasse a polícia ou saísse de dentro de casa ela nunca mais veria a filha do casal e ele a mataria.

Laila conta que esperou Leandro ir trabalhar, pegou a filha do casal e foi para a casa de uma tia, que a levou até a delegacia, onde Laila registrou um boletim de ocorrência.

Conforme o boletim de ocorrência, os policiais foram com a vítima até a casa dela e lá encontraram o suspeito, que resistiu à prisão.

Mesmo assim, Leandro foi levado para a delegacia, onde prestou depoimento e pagou fiança.

Menos de 3 horas após ser detido ele já estava em casa novamente. Agora ele fica indo na casa da minha tia ameaçar a gente”, diz Laila.

Laila conta que teme pela sua vida e pela vida de sua filha após as ameças de Leandro. Ainda segundo ela, as agressões são constantes.

Me sinto desprotegida e com medo porque eu não tenho pai ou mãe, não tenho com quem contar. Ele disse que vai me matar”, afirmou a vítima.