;

Especiais

Segurança| Cadeias brasileiras têm 70% mais presos do que a capacidade

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) divulgou um relatório nesta terça-feira (13) que aponta que as cadeias públicas brasileiras têm 70% mais detentos do que a capacidade máxima de lotação. O estudo foi realizado durante inspeções do órgão entre os anos de 2014 e 2015.

De acordo com o G1, as cadeias tinha 80 mil vagas nesse período, mas comportavam 136 mil presos em 2015. Ao todo, 748 cadeias foram inspecionadas. Já nas penitenciárias, a lotação está em 60%. No ano passado, 364.583 presos ocupavam 224.360 vagas.

Vale ressaltar, segundo os dados do relatório, que a superlotação das cadeias é fruto das prisões provisórias, o que dá cerca de 40% do total de detentos. A média mundial é de 25%.


Veja aqui o relatório completo.

Noticias ao minuto