;

Especiais

Brasil| Políticas para mulheres, negros e LGBTs perdem 35% de recursos federais

O governo federal destinou 35% menos recursos para os direitos humanos se comparado ao ano de 2015. Dados incluem políticas para negros, mulheres e população LGBT. 
Segundo dados do Poder360, o governo aplicou R$ 95.263.006,89 em 2015. Neste ano, o montante caiu para R$ 61.842.623,05 - até o dia 27 de dezembro. De acordo com o site, o cálculo não considera a inflação do período e não considera gastos com salários de servidores, nem outros custos administrativos como, por exemplo, aluguel de imóveis.

A reportagem analisou os 15 setores dos direitos humanos que mais receberam benefícios do governo federal em 2015. Entre eles, à construção das Casas da Mulher Brasileira, destinado a vítimas de abuso sexual. Neste caso, o valor dos repasses diminuiu de R$ 27,6 milhões, em 2015, para R$ 15,6 milhões, em 2016.
Ações de indenização de populações quilombolas também perderam recursos. No ano passado, foram destinados R$ 15,06 milhões, já neste ano, os repasses caíram para R$ 10,9 milhões.
O programa Disque Direitos Humanos (disque 100) é uma das exceções da estatística. O canal, que funciona que ouve relatos de pessoas que sofreram violações aos direitos humanos, passou a ganhar mais recursos. Os repasses aumentaram de R$ 19,3 milhões no ano passado, para R$ 24,2 milhões em 2016.
Notícias ao minuto