;

Especiais

Mato Grosso| Unemat deve reservar 5% das vagas em curso de graduação para índios

A Universidade de Mato Grosso (Unemat) deve reservar 5% de todas as vagas de cursos de graduação oferecidos pela instituição para indígenas a partir de 2017. A medida foi aprovada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Conepe) em sessão ordinária na quarta-feira (23). Para concorrer às vagas, o candidato deve se autodeclarar indígena e, ao se matricular, apresentar uma declaração que comprove a etnia.

A instituição ainda não reserva as vagas para indígenas. No entanto, oferece há mais de 10 anos, cursos de licenciatura em uma faculdade intercultural em Barra do Barra do Bugres, a 169 km de Cuiabá, destinada apenas aos índios.

A partir do vestibular de 2017, os indígenas terão acesso a todos os cursos ofertados pela Unemat. Na inscrição, o candidato deve se autodeclarar indígena e apresentar, durante a matrícula, uma declaração da comunidade indígena o reconhecendo como integrante da etnia.

De acordo com a instituição, a criação do programa de ação afirmativa visa atender os índios para ampliar a integração dos povos e valorizar as comunidades indígenas. Ao todo, a Unemat reserva 25% das vagas para negros ou pardos, 30% para alunos de escola pública e 40% para ampla concorrência.


A Unemat tem campus em  Alta Floresta, Alto Araguaia, Barra do Bugres, Cáceres, Colíder, Diamantino, Juara, Luciara, Nova Mutum, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Sinop e Tangará da Serra.
G1