;

Especiais

Esporte| É campeão! River vence o Boca e conquista a América... na Europa

Com informações do Notícias ao Minuto 
O River Plate é o campeão da Taça Libertadores da América de 2018. Os Millonarios venceram o Boca Juniors por 3 a 1, de virada e na prorrogação, e conquistaram pela quarta vez o mais importante título do futebol sul-americano, em uma decisão disputada neste domingo (9), no estádio Santiago Bernabéu, casa do Real Madrid, na Espanha.
O Boca abriu o placar ainda no primeiro tempo com um belo gol de Benedetto. No minuto 44, num contra-ataque mortal, Nández deu um excelente passe em profundidade para o camisa 18, que limpou o carrinho de Maidana e tocou na saída de Armani: 1 a 0.
O empate do River veio no segundo tempo, com Lucas Pratto. Nacho Fernández tabelou com Palacios e só rolou para o camisa 27 empurrar para as redes: 1 a 1.
Galeria V3
A partida foi para a prorrogação e logo no primeiro minuto o Boca perdeu Barrios. O volante foi expulso após receber o segundo cartão amarelo por falta.
Com um a mais, o River pressionou e passou a dominar o jogo, encontrando o gol da virada no minuto 3 do segundo tempo da prorrogação. O autor do gol do título foi Quintero.
No penúltimo minuto antes do apito final, o Boca ainda acertou uma bola na trave. Jara expirimentou, a bola desviou e acertou o pé da trave.
Mas o River ainda conseguiu tempo para ampliar o placar. Em um contra-ataque, Quintero ganhou na intermediária e deu passe profundo no espaço para o camisa 10 disparar sozinho e só empurrar para as redes: 3 a 1.

A decisão entre River e Boca foi transferida de Buenos Aires para Madrid por conta de uma confusão ocorrida momentos antes do início da partida de volta, que acabou não acontecendo. Torcedores do River apedrejaram o ônibus do Boca na porta do estádio Monumental, que já estava lotado à espera do duelo. O tumulto acabou com jogador machucado e o adiamento do confronto por parte da Comnebol.
Com o título da Libertadores, o River Plate garantiu vaga no Mundial de Clubes. Desta forma, a equipe decidiu não retornar a Buenos Aires para celebrar o título junto a sua torcida. Jogadores e comissão técnica seguirão na Europa em preparação para a competição internacional, que começa na próxima semana nos Emirados Árabes.