;

Especiais

Política| Candidato à presidência mais rico, João Amoêdo investe 51% do patrimônio em renda fixa

Com informações da Revista Exame

O candidato a presidente mais rico, João Amoêdo, do partido Novo, declarou patrimônio de 425 milhões de reais ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Investimentos de renda fixa formam 51% do valor declarado do candidato, que fez carreira como executivo de bancos.

Ele investe 217 milhões de reais em aplicações de renda fixa como CDBs, consideradas de baixo risco. Sua carteira de investimentos também inclui aplicações mais arriscadas: 55 milhões de reais em fundos de investimento como FIDCs e fundos de ações.

Amoêdo aplica, ainda, 59 mil reais na poupança e somente 1.298 reais em ações.

Além dos investimentos, o restante do patrimônio do candidato está em participações em empresas com responsabilidade limitada (Ltda), imóveis, uma embarcação, veículos, jóias e objetos de arte.

Com 55 anos, Amoêdo nunca ocupou um cargo público. É formado em engenharia e chegou a ser vice-presidente do Unibanco, em 2004. Seu discurso é em defesa da menor participação do Estado na economia e da renovação da classe política.

Onde os candidatos investem

A seguir, confira o patrimônio e os investimentos declarados ao TSE de cada candidato à presidência, além de João Amoêdo. Os candidatos estão listados conforme o tamanho do seu patrimônio.

Henrique Meirelles (PMDB)
Patrimônio: R$ 377 milhões

Investimentos: R$ 283 milhões em ações, R$ 58 milhões em fundos de longo prazo e FIDCs, R$ 60 mil em outros fundos e R$ 223 mil em aplicações de renda fixa. 

Lula (PT)
Patrimônio: R$ 7,9 milhões.

Investimentos: R$ 6,3 milhões em previdência privada, R$ 6 mil em fundo de curto prazo, R$ 5 mil em aplicações de renda fixa, R$ 4 mil na poupança e R$ 625 em fundo imobiliário.

Álvaro Dias (Podemos)
Patrimônio: R$ 2,8 milhões.

Investimentos: R$ 255 mil em ações e  R$ 2 mil em outras aplicações.

Jair Bolsonaro (PSC)
Patrimônio: R$ 2,2 milhões.

Investimentos: R$ 487 mil na poupança, R$ 85 mil em aplicações de renda fixa, R$ 1 mil em ações.

Ciro Gomes (PDT)
Patrimônio: R$ 1,6 milhão.

Investimentos: R$ 207 mil em créditos e poupanças.

Geraldo Alckmin (PSDB)
Patrimônio: R$ 1,3 milhão.

Investimentos: R$ 480 mil em previdência privada, R$ 218 mil em fundos de investimento de curto prazo e R$ 6 mil em ações.

Marina Silva (Rede Sustentabilidade)
Patrimônio: R$ 118 mil

Investimentos: R$ 7 mil em aplicações de renda fixa e R$ 4 mil na poupança.

Vera Lúcia (PSTU)
Patrimônio: R$ 20 mil

Investimentos: Não tem.

Guilherme Boulos (PSOL)
Patrimônio: R$ 15 mil

Investimentos: Não tem.