;

Especiais

Saúde| O corpo pode rejeitar o silicone, como aconteceu com Xuxa? Entenda

Com informações do Notícias ao Minuto
Na última semana, Xuxa Meneghel precisou passar por uma cirurgia de emergência para retirada do silicone, em São Paulo, após o corpo rejeitar o material. Segundo a Rainha dos Baixinhos declarou em seu Instagram, esta já é a terceira vez que a loira precisa passar por uma cirurgia do tipo. "A protese capsulou (quando o corpo rejeita o material). Ela já passou por isso outras vezes. Desta vez, ela fez um procedimento de maneira diferente para tentar evitar que o problema volte a acontecer. A Xuxa está seguindo as orientações médicas. Recentemente ele quebrou o pé, durante o ensaio do "Dancing Brasil" e, por isso, ficou impedida de fazer alguns shows, mas já está bem melhor", declarou a assessoria de imprensa da artista.
Especialistas explicam ao UOL que as próteses atuais não tem mais prazo de validade, como acontecia antigamente, que "venciam" após 10 ou 12 anos. Segundo o cirurgião plástico e membro da SBCP Ronaldo Soares, a troca pode acontecer em casos de contratura capsular, quebra, mal posicionamento ou por questões estéticas - no caso de quem quer aumentar ou diminuir o tamanho do silicone.
Apesar de não existir a possibilidade de prever quando o problema vai acontecer, o especialista afirma que existem cuidados que podem diminuir as chances de que o problema aconteça, como colocar o silicone debaixo do músculo e optar por próteses menores. “Sabe-se também que lavar as próteses com solução de antibiótico na hora do implante e introduzi-las com um plástico específico (keller funnel) reduzem a taxa de contratura", diz o cirurgião plástico Ronaldo ao UOL. Outros cuidados que se deve ter são: não deitar de barriga para baixo durante 60 dias, não fazer exercícios físicos com os membros superiores e evitar atritos e pancadas durante os 30 primeiros dias, e escolher profissional membro da SBCP.