;

Especiais

Alto Taquari| Prefeito visita obras da Lajari e comemora o aumento do ICMS para o município

Prefeito Fábio Garbúgio e o Engenheiro da Lajari Felipe. Foto: Eduardo
Da Redação com Assessoria 

O prefeito de Alto Taquari, Fabio Garbugio visitou nos últimos dias, uma importante obra de infraestrutura energética da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) idealizada e desenvolvida pela Lajari Energética, empresa integrante da Polimix Energia. Com a atividade da usina, acarretará no aumento do  ICMS  ( Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços)  que já é incorporado ao município, segundo prefeito.

O prefeito ficou impressionado com a infraestrutura da Hidrelétrica. "Fiquei muito feliz de ver a grandiosidade desta obra que a Lajari está fazendo em nosso município. Para Alto Taquari, será muito importante esta usina, já que o ICMS a ser arrecadado irá se incorporar ao valor que já recebemos. Isso significa mais dinheiro aos cofres da prefeitura para estarmos investindo na cidade", destacou Fabio.

De acordo com o prefeito há ainda o interesse do município em aproveitar a área para um futuro empreendimento turística.

 “Conversei com o engenheiro responsável no sentido de estar fazendo uma mediação entre a diretoria da empresa e o município. Nós requisitaremos aquela área à Lajari para criarmos um parque turístico. Existe muita beleza com a diversidade de fauna e flora presente naquela região. Por isso, queremos aproveitar esse potencial para transformarmos o espaço em uma opção de turismo para nossa cidade e para nossos visitantes”, afirmou o prefeito.

Sobre a PCH

A PCH está localizada na junção do Rio Ribeirão da Lage com o Rio Taquari, na divisa de Mato Grosso com Mato Grosso do Sul, em terras da Fazenda Santa Izabel. Segundo o engenheiro mecânico Filipe Braga, responsável pelo empreendimento, a usina, assim que entrar em atividade, terá potência instalada de 21 megawatts, com uma média mensal de faturamento de R$ 1,2 milhão à R$ 1,5 milhão.

A usina está em construção desde o ano de 2015 e deverá iniciar sua operação ainda em 2018, entre os meses de março e abril. O investimento total foi de aproximadamente R$ 106 milhões.

Início do alagamento


Uma das etapas mais importantes para a finalização da obra é o enchimento do reservatório principal, o qual ocorrerá nesta quarta-feira (24/01). A etapa será acompanhada por equipe técnica da Lajari, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Alto Taquari. Ao total, um espaço de 48 hectares será inundado durante 72 horas seguidas. A Lajari pede a compreensão da comunidade e o cuidado para que não adentrem nas imediações da represa durante o alagamento.