;

Especiais

Economia| Confira dicas para economizar energia elétrica no inverno

Com informações do Notícias ao Minuto
A onda de frio que invadiu o Brasil neste inverno pode ter impacto nas contas de energia elétrica. O uso de chuveiro elétrico em temperatura mais alta, secador de cabelo e aquecedor de ambiente são alguns dos vilões. Além disso, a tarifa que será aplicada no mês de julho tem a bandeira amarela, ou seja, um acréscimo de R$ 2 a cada 100kWh consumido. Para não sentir o impacto no bolso, o Instituto Akatu para o Consumo Consciente reuniu dicas publicadas pelo "Extra" para o uso mais eficiente de eletrodomésticos.
Chuveiro
Evite banhos longos. O instituto cita que se cada pessoa diminuísse em um minuto o seu tempo diário de banho, a energia economizada em um ano equivaleria a mais de 10 dias de operação em capacidade máxima da usina de Itaipu, a maior hidrelétrica do Brasil.
Lâmpadas
Como há menos luminosidade, a tendência é de mantermos as luzes acessas por mais tempo durante o inverno. Para reduzir o valor da conta, substitua as lâmpadas incandescentes e fluorescentes pelas de LED. Além, é claro, de lembrar-se de apagar as luzes quando deixar os recintos.
TV
Como mostra o estudo, se todos desligássemos a televisão uma hora a mais por semana, a eletricidade economizada em um mês seria suficiente para abastecer cidades com 148 mil habitantes por um mês.
Computador
Desligue o equipamento sempre que for ficar mais de duas horas sem usar. Já o monitor, deve ser desligado a partir de 15 minutos sem uso.
Geladeira
Evite abrir a porta da geladeira sem necessidade. Para colocar ou retirar os alimentos, tente se organizar para fazer tudo de uma vez. Outra dica é verificar se a borracha da porta está em boas condições, pois é ela que isola a temperatura. Comidas quentes também aumentam o consumo.
Máquina de lavar
Acumule o máximo de peças possível. Assim, além de poupar energia, vai também economizar água.
Ferro de passar
Também junte o máximo de peças para passar de uma só vez e separe por tipo de tecido. A recomendação é começar com as roupas que exigem temperaturas mais baixas e depois aumentar para passar as de algodão, por exemplo. Pendurar as roupas ainda molhadas em cabides também pode ajudar, pois, dependendo do tecido, elas desamassam naturalmente e não precisam ser passadas.
Ao comprar um eletrodoméstico, procure o selo Procel ou etiqueta do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), que indicam os produtos mais econômicos.
Vale lembrar que os cuidados devem ser tomados o ano todo, independentemente da estação.