;

Especiais

Região| Presidente do Tribunal de Justiça de MT visita Alto Araguaia para implantação da Terceira Vara Criminal

Com informações da Assessoria Prefeitura de AIA

O Presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), desembargador Rui Ramos Ribeiro, esteve em visita a Comarca de Alto Araguaia (415 km de Cuiabá). Recepcionado pelos juízes da Comarca e pelo prefeito municipal, Gustavo Melo (PSB), a vinda até o município objetiva conhecer a estrutura física do Poder Judiciário para instalação da Terceira Vara Criminal, e atender as demandas dos servidores, advogados e jurisdicionados. O encontro aconteceu na tarde desta quarta-feira (21), no salão do Júri Desembargador Cácio Correa Curvo.

Com a criação da Vara Criminal, o município terá maior agilidade na prestação dos serviços, que hoje contam com duas Varas e tramitam aproximadamente 12 mil processos. Um dos passos para a implantação foi dado em visita do chefe do executivo com representantes de diversos órgãos do município, na sede do TJ, em Cuiabá, na última semana.

"É um anseio da comunidade e nós cobramos junto ao governador, também dialogamos com os gestores da Comarca de Alto Araguaia e hoje demos um passo importante, onde o desembargador veio in loco conhecer a estrutura. Vamos trabalhar em parceria para concretizar este anseio de todos", disse o prefeito Gustavo Melo.

O Presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Desembargador Rui Ramos Ribeiro, falou que as condições físicas são perfeitamente adequadas para a instalação de mais uma vara. “Temos a possibilidade imediata da instalação após algumas medidas que temos que tomar administrativamente, inclusive para a criação do quadro de novos servidores, o que tem que passar por lei. Até o final do ano poderá, ainda, estar em plena atividade toda esta nova Vara”, comenta o Desembarcador.

Para o Presidente do TJ de Mato Grosso, nos tempos atuais, a necessidade é grande para dar celeridade e eficácia no âmbito criminal. “A presença de um juiz criminal contribui para a diminuição de casos. A celeridade nos processos, faz com que as pessoas vejam a cidade com uma justiça mais firme e promissora. Isso atrai investimentos, migração e o progresso”, finaliza Rui Ramos.

A juíza de Direito da 1ª Vara, Cristiane Padim da Silva, vê a vinda de Rui Ramos com satisfação profissional e enquanto cidadã de Alto Araguaia. “É um momento importante para todos. Tenho certeza que a promessa do desembargador será cumprida ainda durante a gestão dele, o que vai ajudar na eficiência da prestação jurisdicional. Assim, daremos uma resposta mais rápida para que a sensação de impunidade se desfaça”, comenta.

“A instalação se faz extremamente necessária. Hoje, as duas Varas aqui existentes são mistas, cuidam de questões cíveis e criminais, e a gente luta incessantemente para combater a impunidade. Então, com a vinda da Vara especifica das ações criminais, será um instrumento a mais para o combate ao crime”, disse o juiz de Direito da 2ª Vara, Pierro de Faria Mendes.

Também participaram da reunião a comitiva do presidente, composta pelo juiz auxiliar da presidência Tulio Duailibi, o vice-diretor-geral Eduardo Campos, o coordenador miliar do TJMT, coronel Rhaygino Setúbal. De Alto Araguaia, estiveram presentes o promotor de Justiça, João Batista; o delegado de Polícia Civil, Carlos Roberto; o sub-comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar, Ten. Murilo Bezerra; a presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Deusânia Marques Vilela, vereadores, o prefeito de Araguainha (MT), Silvio Morais Filho, entre outras autoridades.