;

Especiais

Bastidores| Agressor de assessor pode ser do próprio grupo político

O Alto Taquari em pauta apurou as informações referente a agressão contra um rapaz que trabalha na equipe de marketing na politica,  na noite deste sábado(24) em um posto de gasolina no centro da cidade.  Segundo o site  News Cuiabá , o rapaz teria sido agredido pelo assessor do candidato Fábio Garbugio e Marco Aurélio. 

O Boletim de Ocorrência registrado nesta segunda-feira(26),  trás em suas poucas palavras a narrativa envolvendo quatro pessoas, no entanto destaca outro nome como agressor e não o do  “Nego Lama”, assessor do candidato Fábio Garbugio. 

Os nomes dos outros envolvidos aparecem apenas no B.O, ficando oculto na matéria publicada pelo site News. 

Durante nossa apuração  sobre o assunto, recebemos diversas mensagens de vários leitores, em uma delas, a leitora diz acreditar que a ausência dos outros nomes na matéria seja pelo fato de revelar que o agressor é do mesmo grupo político do agressor, uma vez que a mãe do suposto agressor é cabo eleitoral do candidato. 

De acordo com as apurações, há possibilidade de que o soco que machucou um dos assessores tenha partido de um eleitor do  candidato para qual o mesmo trabalha.

Diante a polêmica, um colega do assessor e da equipe de marketing se pronunciou, no entanto, pediu sigilo de seu nome para não sofrer represália.

“Boa Noite. Sobre a situação do pessoal, parece que confundiram o Lama, ele não tem nada haver com a historia. Não tenho motivo para defender o Lama e muito menos tenho motivos para utilizar como  bode expiatório. Não é justo colocar o nome de alguém que não tem culpa”, disse.

E em outra parte ele confirmou que estava todos alcoolizados, o que pode justificar a confusão e o engano. 

“Estavam todos de ambos os lados  alcoolizados”, revelou.  

Já o  “Lama”  através de uma mensagem de áudio no whatsapp disse  que quando chegar de viagem irá procurar  por seus direitos e dará uma entrevista a imprensa local para se pronunciar, uma vez que não agrediu ninguém.