;

Especiais

Mato Grosso| Maior aeroporto de MT melhora em pesquisa de satisfação após investimento em ar-condicionado


Com informações do G1

O aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, apresentou a maior evolução no índice de satisfação geral de um aeroporto na Pesquisa de Satisfação dos Passageiros, divulgada nesta quinta-feira (11) pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. Em pesquisas anteriores, o aeroporto já foi considerado o pior do país por diversas vezes.

Segundo o ministério, o crescimento foi de 23% em um ano: a nota passou de 3,29 nos primeiros três meses de 2016 para 4,04 nos meses de janeiro a março deste ano. O aeroporto ainda aparece entre os mais baixos na avaliação geral dos usuários. Entre os 15 aeroportos pesquisados, o Aeroporto Marechal Rondon ficou em 14º lugar no ranking geral. O pior aeroporto do país, na avaliação dos passageiros, é em Salvador (3,83), na Bahia.

Pelo que foi percebido na pesquisa, a melhoria foi puxada, principalmente, pelo indicador de conforto térmico do aeroporto. A limpeza regular dos filtros, o aumento da potência e a redução da temperatura dos aparelhos de ar-condicionado foram medidas que causaram impressão imediata nos usuários do terminal. Resultado: a nota dos passageiros na pesquisa subiu 19%, passando de 3,42 no último trimestre de 2016 para 4,06 neste primeiro trimestre.

A pesquisa também apontou que os passageiros perceberam as mudanças: melhoria na qualidade da internet/wi-fi, maior quantidade de totens para realização do check-in, mais tomadas instaladas, banheiros, elevadores e esteiras reformados e organização na fila de embarque e desembarque no meio-fio.

No indicador de infraestrutura aeroportuária, os itens mais bem avaliados foram os que dizem respeito à inspeção de segurança, ou seja, raio-X: tempo de fila (4,53), cordialidade dos funcionários da inspeção (4,49) e confiabilidade da vistoria (4,39). Também foram bem avaliados os itens de qualidade da informação nos painéis das esteiras de restituição de bagagem (4,32), limpeza geral (4,18) e sensação de segurança nas áreas públicas do aeroporto (4,13).

Questões como disponibilidade de caixas eletrônicos, lanchonetes, lojas comerciais e estacionamento são as que mais comprometem o desempenho do terminal.

Obra


A obra completa do aeroporto Marechal Rondon está orçada em R$ 84,63 milhões e até o momento já foram executados 80% dos serviços. A previsão é de entrega final no mês de agosto de 2017. Em 2016, a movimentação de pessoas no complexo chegou a 2,8 milhões, segundo dados da Infraero. A projeção para 2017 é que a base cresça para até 3,2 milhões de passageiros no ano.