;

Especiais

Brasil| Bandidos explodem muro de presídio e 11 detentos fogem em Goiânia

Com informações do JH
Bandidos explodiram um muro do presídio de Guapó, na região metropolitana de Goiânia. Com a explosão, várias casas foram atingidas, uma delas foi praticamente destruída, e 11 detentos conseguiram fugir.
O resgate começou a ser feito por moradores vizinhos, que tentaram retirar a mulher que estava presa em meio aos blocos de concreto.
Thayná Silva Barros estava sozinha na casa, que faz divisa com a cadeia. Boa parte do imóvel foi ao chão depois que bandidos explodiram os fundos do presídio.
Com o buraco aberto na parede da cadeia, 11 presos fugiram. Quando a equipe do Jornal Hoje chegou ao local, os agentes ainda tentavam conter novas fugas.
O Samu foi chamado para resgatar seis presos que ficaram feridos com a explosão. Eles foram levados para o hospital de Guapó com vários ferimentos.
As buscas aos presos foragidos começaram ainda de manhã pelo grupamento aéreo. Familiares dos detentos também buscavam por informações.
Thayná recebeu os primeiros socorros no hospital de Guapó e depois foi levada para Goiânia. Os presos que fugiram foram resgatados por um grupo de 4 homens, segundo testemunhas. Os bandidos estavam armados e saíram atirando. O presídio é cercado por várias casas e em algumas que ficam bem em frente, há várias marcas de tiros.
Os moradores da cidade que tem 14 mil habitantes ficaram apavorados. Muitas lojas nem abriram as portas.
Até o fechamento do Jornal Hoje, dois presos foram recapturados e três homens suspeitos de terem participado da explosão foram presos.
Thayná Silva Barros permanece internada e o quadro saúde é estável. A Superintendência Executiva de Administração Penitenciária de Goiás informa que deve fazer ainda nesta terça uma licitação para reforma e readequação do presídio.