;

Especiais

Mundo| Adolescente de 15 anos processa mãe por ser proibido de usar celular

Depois de ser proibido de usar o smartphone para estudar, um adolescente de 15 anos está processando a própria mãe, em Almería, Spain. Na ação, julgada na quinta-feira (23), ele pedia que ela passasse nove meses presa, enquanto bancava gastos legais dele. A justificativa: maus tratos.
A decisão da juiza não surpreende outros pais: não ao pedido. A magistrada defendeu que a mãe estava apenas exercendo com consistência a autoridade a que tem direito. "Ela não seria uma mãe responsável se deixasse o próprio filho falhar nos estudos por estar distraído pelo smartphone", disse a juiza de acordo com o CNet.

Não é a primeira que um adolescente coloca um parente na Justiça, por causa da tecnologia. Um austríaco processou os pais que postaram fotos dele criança no Facebook.
Noticias ao minuto