;

Especiais

Economia| Malha fina do IR passará a cruzar informações do eSocial e de médicos

A partir deste ano, a Receita Federal passará a cruzar informações prestadas pelos contribuintes com aquelas fornecidas por médicos e com dados do eSocial, página usada para cadastro de empregadores e empregados domésticos.
Segundo informações do G1, o download do programa gerador do Imposto de Renda de 2017 foi liberado na semana passada. O contribuinte poderá fazer a entrega das declarações a partir desta quinta-feira (2). O prazo termina no fim de abril.

De acordo com Elaine Pereira de Souza, que coordena a malha fina do IR, a Receita já solicitava dados aos profissionais de saúde. No entanto, essas informações ainda não estavam inseridas nos cruzamentos da malha fina.
"A gente passou o ano passado calibrando isso aí e, a partir desse ano, vai ampliar a utilização para poder checar as despesas médicas. Tínhamos os dados no ano passado, mas não estávamos cruzando ainda. Esse ano vamos cruzar", afirmou Souza em entrevista ao G1.
Outra mudança é o uso do eSocial no cruzamento de dados. Com a instituição do programa, no ano passado, o Fisco passará a ter mais detalhes sobre esses contratos de trabalho.
"Hoje, com o eSocial, temos mais informações em base. Esse é o primeiro ano [de uso de dados do eSocial] e todos os batimentos vão ficando mais aprimorados", disse Flavio Vilela Campos, coordenador-geral de Fiscalização da Receita Federal.
O objetivo da medida é identificar deduções indevidas no Imposto de Renda, de despesas com empregados domésticos.

Noticias ao minuto