;

Especiais

Saúde| Cirurgia Plástica: A importância do acompanhamento multidisciplinar no pré e pós-cirúrgico

Assessoria 

Verão, altas temperaturas, praias e o carnaval, a grande festa popular brasileira internacionalmente reconhecida. É chegado o momento de deixar o corpo, ainda, mais em evidência. A preparação ao longo do ano será finalmente exibida, porém mesmo com a malhação intensa há certos contornos e retoques que somente com intervenção cirúrgica consegue-se o resultado tão almejado, e são estes “detalhes” que mexem com a mente de homens e mulheres.

O ser humano busca continuamente o equilíbrio e o bem estar, para alcançar este ideal é indispensável se ter a mente sã, afinal é ela quem controla nossas sensações causando turbilhões de sentimentos. “Você é o que for a sua mente. A mente age, gerando em si mesma um estado de paz ou de agitação, de alegria ou de tristeza, de amor ou de ódio, de riqueza ou de pobreza, de sucesso ou de fracasso. E o corpo reage gerando bem-estar ou doenças, de acordo com o conteúdo que a mente lhe envia”, garante o cirurgião plástico, Dr. Elson Adorno que desde 2009 dedica ao estudo intenso da saúde humana.

Para que o tratamento obtenha maior eficiência, informa o cirurgião plástico, é necessário o trabalho conjunto da equipe multidisciplinar no atendimento ao paciente. Atualmente a equipe do Dr. Elson conta com psicólogo, nutrólogo, enfermeiros, médicos anestesistas e ainda fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais. “Todos estes profissionais atuam dentro de suas áreas específicas, agindo de forma conjunta, buscando o equilíbrio mental e físico para que as intervenções cirúrgicas obtenham o sucesso esperado”, relata.

 A psicóloga, Laura Oliveira Gonçalves que atua com o cirurgião reafirma a necessidade da mudança das ondas de pensamento para que a mente consiga controlar a ansiedade que em muitos casos é a responsável pelo ganho de peso e a alterações significativas nos resultados de exames clínicos. “O corpo é a manifestação da mente, por isso o ideal é cuidar da estrutura humana como um todo, trabalhando o indivíduo para que ele mude sua percepção sobre si mesmo, auxiliando assim o maior controle emocional sobre si mesmo”, sintetiza.

O atendimento multidisciplinar possibilita a análise do paciente sob as mais diversas óticas, vislumbrando-o como um todo. Por vezes o indivíduo apresenta saúde física satisfatória, mas no atendimento psicológico percebe-se que possui transtornos que o impedem de ter uma visão real de si mesmo, como é o caso das pessoas que têm dismorfia. A síndrome faz com que haja uma distorção da própria imagem, caracterizando grande insatisfação com sua estética corporal ou facial.

Nestes casos os profissionais garantem que é importante entender que um dos fatores primordiais para o sucesso da intervenção cirúrgica é que o paciente tenha expectativas realistas quanto aos resultados. “Por isso é fundamental a equipe multidisciplinar, promovendo o atendimento completo ao paciente, assim entrando em perfeita sintonia”, assinalou Dr. Elson.


A psicóloga salienta ainda que “se o paciente apresenta expectativas não realistas, como no caso do transtorno dismórfico em que a pessoa possui uma visão distorcida da sua imagem, é contraindicado realizar qualquer cirurgia plástica estética, seja corporal ou facial. Pois expectativas não realistas podem levar ao insucesso da cirurgia e a insatisfação do paciente”.

Serviço:

Dr Elson Adorno

Clínica Nossa Senhora das Graças - Endereço: Rua Lírios, 525 – Jd Cuiabá – Cuiabá/MT (65) 3052-8002/ 3322-2504 – E-mail: adornoelson@gmail.com - Site www.elsonadorno.com.br Facebook/dr.elsonadorno Instagram: drelsonadorno.

Dra Laura Oliveira
Instagram: dralaura_psicologiaclinica – Cel.: (65) 98135-8840.