;

Especiais

Eles e Elas| Quanto tempo uma pessoa demora para se recuperar de um divórcio?

O divórcio é um processo doloroso para qualquer pessoa, mesmo que a decisão tenha sido tomada "em conjunto", e por isso é normal querer saber quanto tempo a dor demora a passar e quando a vida vai voltar ao normal.

Infelizmente, não existe uma resposta exata para isto. Cada divórcio é diferente. Cada casamento vem com as suas próprias circunstâncias e variáveis. E, mesmo que o divórcio seja amigável, pode ter os seus problemas a serem superados.

O site YourTango falou com vários especialistas e revela uma série de fatores-chave que afetam a duração do período de recuperação divórcio. Conheça:

1. Em que circunstâncias o divórcio ocorre? O tempo de duração do casamento, ter ou não filhos e os termos do divórcio serem ou não amigáveis são questões circunstanciais que podem determinar o tempo que o processo de divórcio, legal e emocional, irá demorar.

2. É você quem decidiu terminar a relação ou a outra pessoa é que está te deixando? A não ser que o divórcio tenha sido decidido mutuamente, a pessoa que decide pedir a separação pode já estar preparando o momento há meses, enquanto a outra pode até ser pega de surpresa e por isso, tendencialmente, vai demorar mais a ultrapassar o fim.

3. Quando é que você começou a se preparar mentalmente para divórcio? Claro que a questão de decidir terminar ou não a relação tem uma grande importância, mas pense bem há quanto tempo é que já determinou na sua mente que o casamento não ia durar. Se está há meses imaginando como seria se dessem um fim na relação, certamente você já está se preparando mentalmente há tempos, o que pode encurtar o tempo para ultrapassar a separação.

4. Você tem ajuda? Pode ser difícil pedir ajuda durante o processo de divórcio, mas ter alguém que possa lhe ajudar a delinear e conquistar os seus objetivos é muito importante para conseguir ultrapassar o divórcio o mais depressa possível.


5. Fez todo o trabalho necessário? Por vezes os casais estão tão ansiosos em resolver tudo o mais depressa possível que começam a tratar do final do processo antes mesmo de tratarem do início. Não vale a pena querer apressar as coisas; ouçam advogados e façam corretamente para evitar problemas mais tarde.


Notícias ao minuto