;

Especiais

Brasil| Graças à auditoria, Samu evita perda de R$ 14,5 milhões por ano

Uma auditoria no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência apontou que o serviço evitou perda de R$ 14,5 milhões por ano. O montante, segundo o Ministério da Transparência, seria desperdiçado, caso não houvesse correção de irregularidades e problemas.
De acordo com o blog de Fernando Rodrigues, do UOL, alguns municípios estavam recebendo repasses a mais da Saúde, no valor total de R$ 39,8 milhões. Após a auditoria, os repasses para 1.502 municípios foram revisados.

Além disso, 13% das ambulâncias e 46% das motocicletas usadas para transportar pacientes (as chamadas “motolâncias”) estavam sem condições de funcionamento.
Mesmo com os equipamentos fora de operação, o Ministério da Saúde continuava fazendo os repasses para os municípios. O prejuízo ao Erário foi de R$ 2,3 milhões.
Noticias ao minuto