;

Especiais

Esporte| Palmeiras vence e está perto de ter a melhor campanha da Libertadores

Duas assistências de Moisés no primeiro tempo. O meia, que não vem jogando como titular na equipe do Palmeiras, resolveu o jogo contra o Alianza Lima.
A vitória da equipe alviverde por 3 a 1, no Peru, deixa o time dirigido pelo técnico Roger Machado perto do primeiro lugar geral da fase de grupos. Posição importante, pois ela dá direito a jogar sempre o segundo jogo do mata-mata em casa.
Uma vitória simples em São Paulo na última rodada contra o Junior de Barranquilla basta. O resultado rotula o time do Palmeiras como detentor de melhor equipe da competição.
Em cinco jogos, o clube tem um aproveitamento de 86,7%. Venceu quatro vezes e empatou uma. O ataque fez 11 gols e sofreu 2.
No Peru, em um estádio praticamente vazio por causa da campanha ruim dos donos da casa, Roger resolveu usar o elenco palmeirense. Apenas Jaílson e Borja, dos que vêm jogando mais como titulares, começaram o jogo.
Não demorou muito para os visitantes dominarem a partida. Com mais pressão na saída de bola, o Palmeiras passou todo o primeiro tempo no campo de ataque. 
Aos 19 minutos, o primeiro gol da noite. Borja recebe dentro de área de costas para o gol. Faz o pivô e rola mais para o meio da área, para Moisés.
O principal articulador do meio-campo palmeirense na partida toca para a direita. Willian entra e finaliza com precisão ao gol.
Assim como ocorreu contra o Boca Juniors, em Buenos Aires, o ataque alviverde precisou de poucas finalizações para marcar. No terceiro chute ao gol, a bola chegou às redes. 
Após o 1 a 0 no marcador, o cenário da partida pouco mudou. A pressão continuou. O segundo gol saiu aos 31 minutos do primeiro tempo.
De costas para o gol, Moisés recebeu um passe do meio-campo e, de calcanhar, deixou Hyoran em grandes condições de marcar. Pela esquerda, o atacante não desperdiçou e ampliou, 2 a 0.
No segundo tempo, Borja ampliou aos 21 minutos. Após cruzamento do lateral Mayke, outro reserva que começou jogando. 
O gol peruano saiu dos pés de Cruzado, cobrando pênalti. O primeiro gol do Alianza em toda a Copa Libertadores.
Apesar da campanha ruim do time peruano no torneio. O jogo do outro lado dos Andes indicou alguns caminhos para o técnico Roger.
Um deles é que os reservas, apesar de o técnico não considerar os jogadores que estão fora com esse status, estão em forma.
Moisés e Hyoran, que além do gol fez boas finalizações ao gol do Alianza, foram os destaques da partida em Lima. O meio-campo Thiago Santos iniciou bem as jogadas pelo meio.
Nem todos os oito grupos do principal torneio sul-americano estão na mesma rodada da competição.Entre os que já atuaram cinco vezes, os grandes adversários do Palmeiras na busca pelo primeiro lugar na classificação geral são os estrangeiros. 
O time brasileiro está com 13 pontos. O Libertad, do Paraguai, tem 12. River Plate e Racing estão com 11.
ALIANZA LIMA
Campos; Garro, Araujo, Ascues, Duclós; Fuentes; Velarde (Pósito), Cruzado, Vilchez (Lemos), Quevedo; Hohberg. T.: Pablo Bengoechea
PALMEIRASJailson; Mayke, Luan (Emerson Santos), Thiago Martins, Victor Luís; Thiago Santos, Tchê Tchê, Moisés; Willian, Borja (Deyverson), Hyoran (Diogo Barbosa). T.: Roger Machado
Estádio: Alejandro Villanueva, em Lima (Peru)Juiz: Gery Vargas (Bolívia)Cartões amarelos: Garro, Velarde, Duclós e Quevedo (Alianza Lima); Luan (Palmeiras)Gols: Willian, aos 19min, e Hyoran, aos 31min do primeiro tempo tempo, e Borja, aos 21min do segundo tempo (Palmeiras); Cruzado, aos 25min do segundo tempo (Alianza Lima).
Com informações da Folhapress.