;

Especiais

Mato Grosso| Saúde implanta sistema online de regulação para melhorar atendimento à população

Com informações da Assessoria SES-MT
A Secretaria de Estado de Saúde (SES), por meio da Secretaria Adjunta de Regulação, iniciou no dia 15 de maio uma capacitação para servidores e funcionários das secretarias de saúde dos 141 municípios do Estado e de técnicos da SES-MT, que trabalham nos 16 escritórios regionais, para a implantação do Sistema Online de Regulação (Sisreg). A capacitação segue até o dia 14 de julho e a partir de agosto o novo sistema deverá funcionar em todos os municípios.
Segundo a superintendente de Regulação, Sandra Regina Altoe, atualmente a regulação é feita a partir da chegada de documento das unidades de saúde dos municípios, via malote; são milhares de documentos diariamente que viajam quilômetros para serem cadastrados na capital. São documentos relativos a pedidos de mais de cinco mil tipos de procedimentos da tabela de serviços do SUS, o que dificulta a mensuração da demanda mensal e a agilidade no cadastramento das solicitações da população.
“A partir de agosto, com o Sisreg, esses documentos serão enviados online pelas unidades de saúde dos municípios para a Central de Regulação em Cuiabá, e o próprio sistema fará o cadastramento e o agendamento do pedido de procedimento, automaticamente, de acordo com vaga disponível. O agendamento retorna para a unidade solicitante que informa ao usuário em qual unidade executante o procedimento será realizado"
Sandra destaca a transparência do processo regulatório do novo sistema. "Ele gerencia eletronicamente as filas de espera. Também destaco a agilidade no agendamento, pois o usuário é informado da data, horário, local, nome do profissional e a unidade de saúde onde será atendido. A comunicação entre os municípios e a Central de Regulação e o cidadão usuário do SUS será mais rápida eficaz”, salientou.
A partir do funcionamento do Sisreg, a SES-MT tem como meta futura reduzir o tempo de espera por atendimento aos procedimentos de média e alta complexidade do SUS, mas de imediato já poderá obter com maior confiabilidade informações sobre o fluxo dos usuários na rede de serviços de saúde, dentre outros aspectos do atendimento.
O Sisreg subsidia as áreas de controle, avaliação e planejamento e programação facilitando aos gestores a tomada de decisão para melhorias na rede de atenção à saúde. “A flexibilidade das funcionalidades é outro fator importante, pois permite a adequação das peculiaridades locais para organizar de forma mais igualitária o acesso da população ao SUS”, concluiu a superintendente de Regulação da SES/MT.