sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Saúde| Casos de febre chikungunya aumentam 116% em MT, diz balanço

Com informações do G1

De janeiro a setembro deste ano, os casos de febre chikungunya aumentaram 116% quando comparados com o mesmo período do ano passado. As informações são da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) e constam no boletim epidemiológico divulgado pelo órgão. Ao todo, foram registrados 2.999 mil casos da doença em 2017.

De acordo com o governo, a análise dos casos apontou que no estado 107 municípios ainda não registraram casos e são considerados 'silenciosos' para a doença. Até a o dia 2 deste mês , 34 municípios haviam notificado casos da doença.

Um dos casos, em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, que evolui para óbito é investigado pela Saúde.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, a falta de saneamento básico, cuidados domiciliares e o início do período chuvoso no mês de outubro, podem propiciar o aumento dos números de criadouros do Aedes aegypti. Com isso, ocorre a necessidade do alerta para aumentar a atenção e os cuidados com essas doenças transmitidas por este vetor.


Em relação à dengue, foram notificados 9.725 casos da doença até setembro. Em comparação com o ano passado, o número representa uma redução de 64% no número de casos. Em todo o estado, 92 município notificaram casos. Não há confirmação de mortes por dengue. Entretanto, 12 casos são investigados.


Reações:
Postar um comentário