quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Brasil| Polícia Civil investiga esquema que fraudou mais de 600 CNHs

Da Redação com Notícias ao Minuto
Uma operação da Polícia Civil do Distrito Federal foi deflagrada nesta quinta-feira (14) contra a venda da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Agentes estimam que 600 carteiras foram expedidas de forma fraudulenta no período entre 2011 e 2017.
A polícia afirmou que as carteiras de motorista eram concedidas sem que os candidatos precisassem realizar provas ou exames. Até as 7h50 desta quinta, nove pessoas haviam sido presas sob a acusação de corrupção passiva, associação criminosa e falsificação de documento público.
Segundo a investigação, as habilitações fraudulentas custavam de R$ 500 a R$ 3 mil, dependendo dos exames que tinham que ser falsificados.
De acordo com o 'Metrópoles', clientes do esquema também deverão responder por falsificação de documento. Caso os condutores sejam flagrados com a documentação falsa em uma blitz, terão que responder por pena dos fraudadores.
O esquema foi descoberto pelo Departamento de Trânsito do DF (Detran).

Reações:
Postar um comentário