quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Mato Grosso| Odontologia funcional e biológica ganha força em Cuiabá

Com informações da Assessoria

Um dos grandes desafios da odontologia atual é perceber que o corpo humano trabalha de forma ordenada. Acostumados a frequentar consultórios para solucionar problemas pontuais como dor de dente ou correção da arcada, os pacientes em geral não têm idéia de que o sorriso saudável é decorrência do bom funcionamento de todo o organismo. A busca pelo equilíbrio funcional é sem dúvida um exercício diário dos odontólogos nos tempos atuais.

De acordo com o dentista Rosário Casalenuovo Jr., o conceito de equilíbrio funcional, oriundo da medicina chinesa, está se tornando cada vez mais usual nos consultórios dentários. Ele prega que o corpo humano deve ser tratado como um organismo complexo onde todas as partes precisam estar em harmonia. “No caso da odontologia, pode-se dizer que através dos dentes é possível diagnosticar desequilíbrios que podem comprometer toda a musculatura da face e até mesmo a postura dos pacientes”.

Rosário Casalenuovo Jr., que atua em Cuiabá no Instituto Machado, explica que a estrutura bucal faz parte do sistema estomatognático do paciente, que engloba cabeça, pescoço e possui como característica constante a participação da mandíbula. “No Brasil, infelizmente, a odontologia ainda trata a relação paciente-médico com foco comercial e estético. Acredito que não seja possível realizar qualquer tratamento sem uma ampla avaliação do paciente. Quase sempre os problemas vão além de uma simples dor de dente, dificuldade respiratória ou de mastigação. Só a partir da identificação das causas da disfunção bucal é possível resolver as questões de forma completa.”


O dentista, que atua no Instituto Machado, trouxe este novo conceito para Cuiabá. “Nosso método trabalha a Arquitetura da Face. Estamos convictos que de que pensar em odontologia não é pensar em dente. Temos a obrigação de devolver ao paciente uma saúde estável em todos os âmbitos. Afinal, a saúde de todo o rosto possui efeitos transformadores para a auto-estima.”, conclui.


Reações:
Postar um comentário