quarta-feira, 8 de março de 2017

Mundo| 80% das crianças sírias sofrem de estresse pós-traumático, diz estudo

Um relatório da ONG Save The Children aponta que a guerra civil na Síria está provocando uma grave crise na saúde mental das crianças do país. A pesquisa revela que grande parte dos menores sofre de estresse pós-traumático, em meio a traumas e depressão.
O estudo foi feito com mais de 450 crianças, pais, psicólogos e professores de lugares que estão em conflito constante, como em Aleppo.

De acordo com o Globo, dois terços dos menores que participaram da sondagem da ONG, se feriram, tiveram a casa bombardeada, ou perderam um ente querido na guerra civil que já dura seis anos.
"As crianças Madaya estão psicologicamente demolidas e esgotadas", afirma um professor de Madaya. "Desenham crianças sendo massacradas, tanques, assédio e a falta de comida", completa.
A Save The Children indicou que mais de 80% das crianças entrevistadas demonstraram sinais de medo constante e agressividade. O relatório aponta que o trauma cotidiano nos ano de crescimento pode virar irreversível - isto é, as crianças poderão desenvolver problemas cardíacos ou depressão no futuro.
A ONG defendeu a importância no aumento de programas voltados à saúde mental na Síria. O treinamento de professores para que aprendam a lidar com a situação delicadas das crianças também foi defendido pela pesquisa.
Noticias ao Minuto

Reações:
Postar um comentário